Salão de Artes Visuais: Novos olhares (e mais talentos) sobre a arte


Valorizar novos talentos e a arte contemporânea. Essa é a proposta da 7ª edição do Salão de Artes Visuais promovido pela Aliança Francesa Niterói (AFN) e o Instituto Cultural Germânico (ICG).  Artistas selecionados de Niterói, Rio de Janeiro e São Paulo irão expor suas obras durante o vernissage, que acontece dia 15 de agosto de 2019, às 19h, na ICG. A exposição poderá ser vista a partir do dia 16, simultaneamente, nas galerias da AFN e do ICG, com entrada franca.

Foram 15 artistas selecionados entre os 49 inscritos, que apresentaram trabalhos em diversas linguagens, como pinturas, gravuras, fotografias, desenhos e esculturas. Entre os critérios avaliados pela comissão – que incluiu a diretora da AFN, Julie Mailhé, o diretor do ICG, Ricardo Freitas, e o diretor do Museu de Arte Contemporânea (MAC), Marcelo Velloso – destacavam-se originalidade e composição. Os dois vencedores do Salão serão anunciados no vernissage e premiados com uma exposição individual em 2020, um na AFN e outro, no ICG.

“Estamos felizes em apoiar novos artistas que participam do salão anualmente, enriquecendo nossa cidade com belos trabalhos. As inscrições têm aumentado a cada edição, com participação a nível nacional. Um sucesso”, diz o diretor do  ICG, Ricardo Freitas. A diretora da AFN destaca que uma das missões da rede é promover artistas brasileiros. “Para nós esse projeto também mostra a importância de trabalhar em parceria com nossos amigos do Instituto Cultural Germânico”, completa Julie.

Um dos artistas selecionados é o pintor, escultor e artista plástico niteroiense Rodrigo Pedrosa, que produziu a escultura em tamanho real de Zumbi dos Palmares, na praça do Gragoatá, em Niterói. No Salão de Artes ele apresentará seu trabalho “Desdobramentos”, que busca um olhar reflexivo e amplo do observador.

Já o fotógrafo Junior Franco, do Rio, irá expor o ensaio “Cognição”. “Temos que desmistificar o conceito do sagrado nas obras de arte. E mostrar que há, hoje, problematizações muito mais pungentes, como a desigualdade social, o preconceito racial, a deterioração da saúde na busca pelo corpo ideal, etc. Meu questionamento é uma forma contemporânea de repensar essas obras”, pontua Franco.

Outros destaques são as paulistanas Heloisa Pajtak e Ana Paula Soares. Para Heloisa, que é bacharel em Artes Visuais, os trabalhos da série Rituais Familiares, que poderão ser vistos na exposição, discutem a relação entre memória familiar e fotografia.  Já a jornalista Ana Paula Soares, que mora em Niterói há 10 anos, passou a atuar também como artista visual em 2016 por sua paixão pelo crochê. Ela utiliza  técnica mista de crochê, acrílica, spray, esmalte, vidro, madeira, ferro e outros materiais reaproveitados.

“Quero que o crochê seja admirado como arte, o fazer com as mãos tão genuíno quanto uma linda pintura e desenho. O entrelaçar de uma linha reta, que se transforma em incontáveis formas, mandalas… Crochê é possibilidade, é astúcia, é criatividade, é elo e laço. É arte”, comenta Ana.

Também estarão expostos os trabalhos do designer e artista visual venezuelano Victor Marin, que tem mais de 15 anos de experiência na área de artes plásticas. Ele mora atualmente no Rio e já participou de exposições na Venezuela, Chile e Estados Unidos.  Já o artista Rudi Sgarbi, que utiliza as mais diversas referências para fazer arte, apostou nas técnicas de recorte eletrônico em acrílico em sua obra “Mona Lisa” Optical Art, e pregos de aço e linhas trançadas sobre MDF no trabalho”Venus” Point & Line.

Os visitantes também poderão conhecer obras de Daniel Marques, Dimitrius Borja, Eduardo Baltazar, Isbel Dias, Ludmila Kaehler, Luiza Dideco, Núbia Borges, Paula Paes Leme e Téo Senna.

Serviço:

O 7° Salão de Artes Visuais terá vernissage no dia 15 de agosto, às 19h, no Instituto Cultural Germânico, e poderá ser visitado de 16 de agosto a 14 de setembro nas duas instituições.

Aliança Francesa Niterói: de segunda a sexta-feira, das 9h às 20h30, e aos sábados, das 9h às 12h (Rua Lopes Trovão, 52 – Icaraí / 2610-3966).

Instituto Cultural Germânico: de segunda a sexta-feira, das 15h às 20h, e aos sábados das 9h às 15h (Avenida Sete de Setembro, 131 – Icaraí / 2714-0879).

Entrada: franca | Classificação: livre

Campartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone